A Parábola do Filho Pródigo – Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

A Parábola do Filho Pródigo – Na perspectiva do Pai do Filho Pródigo

Pai do Filho Pródigo – Breve resumo 

 

 

No texto “O pai do filho pródigo” que veremos, seremos surpreendidos com o amor de um pai por seu filho rebelde que venceu o tempo e todas as adversidades. Assim também Deus o faz com aqueles que estão distantes de Seu Caminho.

A parábola do filho pródigo é narrada por Jesus, onde Ele ilustra de como um jovem, impressionado pelo mundo grandioso ao seu derredor e, cansado da vida que que levava em seu lar, viajou até um pais distante, a fim de buscar fortuna e gastar o seu dinheiro descontroladamente.

Esta é uma ‘’figura’’ do cristão que se encontra na presença de Deus, mas que deixa o Caminho de Cristo e se entrega as paixões do mundo.

Vamos juntos desfrutar de um ensinamento transformador, que nos mostra o valor da paciência, esperança, perseverança e sobre tudo o Amor, que move e muda as mais difíceis situações.

 

Veja os tópicos que iremos abordar:

Topicos-que-iremos-abordar-iteo-instituto-da-teologia-150x150 A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

  1. O que é uma parábola?
  2. Onde está na bíblia?
  3. Introdução – Amor do pai do Filho Pródigo
  4. A herança do filho pródigo
  5. De filho próspero à criador de porcos
  6. A volta do filho pródigo
  7. Amor do Pai do filho pródigo
  8. Atitudes do Pai do Filho Pródigo
  9. Vestes novas para o filho pródigo.
  10. Atitudes do irmão do filho pródigo
  11. Amor imerecido
  12. Situações ocorridas na época
  13. O que aprendemos com o pai do Filho pródigo?

 

1. O que é uma parábola?

A palavra ‘’parábola’’ vem do grego, que significa parabolé (pôr ao lado de algo…), fazer uma ‘’comparação com …’’. Serve especificamente como ilustração de alguma verdade ou ensino. Assim, aquilo que se tornou uma parábola, agora exerce um sentido mais didático, facilitando o ensino ou a aprendizagem daquilo que está sendo ensinado.  

 

2. Onde podemos encontrar sobre o pai do filho pródigo na Bíblia?

Na bíblia, os relatos sobre o Pai do Filho Pródigo se encontram no livro de Lucas.

onde-podemos-encontrar-na-biblia-79x300 A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

“A seguir, levantou-se e foi para seu pai. “Estando ainda longe, seu pai o viu e, cheio de compaixão, correu para seu filho, e o abraçou e beijou. “O filho lhe disse: ‘Pai, pequei contra o céu e contra ti…” (Lucas 15:20-32 NVI).

 

3. Introdução – O amor do pai do filho pródigo

introducao-amor-do-pai-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Esta é uma estória onde os nomes dos personagens não se encontram na Palavra de Deus, mas isso não diminui o grande valor que ela tem e, através dela podemos tirar valiosos ensinamentos.

Dentre as 41 Parábolas que Jesus contou, uma das mais conhecidas é, a ”Parábola do filho pródigo”. Está estória somente é encontrada no livro de Lucas.

Jesus ilustra nesta Parábola o Amor de Deus pelo pecador. A Parábola do filho pródigo é na verdade uma resposta as críticas que os fariseus fizeram a Jesus por estar perto dos publicanos e pecadores que estavam ali para ouvir seus ensinamentos. Os fariseus o criticavam de ‘’receber pecadores e comer junto com eles’’

Essas críticas vieram de homens que se diziam retos diante de Deus, mas que na verdade estavam mais longe do que todos os outros que ali estavam ansiosamente para ouvir o que Jesus tinha a dizer.

Antes de entrarmos a fundo sobre o pai do filho pródigo, precisamos conhecer um pouco sobre os eventos que foram surgindo e alguns personagens que fizeram parte desta parábola!

 

 4. A herança do filho pródigo

a-herança-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Provavelmente você já deva conhecer esta parábola, mas o que muitos não percebem é que, tanto naquela época que se passa este evento, assim como nos dias de hoje, não foi e nunca será comum que, um filho peça a sua parte da herança para seu pai. Imagine a tristeza daquele pai ouvir o seu próprio filho pedir a sua parte da herança antes de sua morte? (Lucas 15:12 NVI).

Que desgosto para aquele pai. Viveu e cuidou de sua família e, agora ouve essas palavras de seu próprio filho. O fato dele pedir a sua parte da herança com o seu pai ainda vivo, foi uma forma de expressar a falta de amor que o filho pródigo tinha pelo seu pai.

Esse pedido também é um tanto quanto grave, tanto para nós nos dias de hoje como também para aqueles dias. Considerando o contexto social da época, foi muito mais agravante o que aquele filho ingrato fez.

Naquela época, esse pedido era digno de morte, um pecado tão grande contra o pai que a punição seria por apedrejamento. Mas este pai, vai contra esses princípios morais e, atende ao pedido de seu filho.

 

Divisão da Herança

É bem provável que, a herança foi dividida em 3, seu pai, ele mesmo e o filho mais velho. O filho pródigo tinha o direito de fazer o que quisesse com sua parte da herança, mas isso é claro que depois da morte de seu pai. Ele não tinha qualquer direito legal de exigir sua parte na herança enquanto seu pai continuasse vivo.

Ele provavelmente partiu para Roma, Corinto, Babilônia, ou algum outro lugar como estes. Lugares que eram bem atrativos para quem desejava esbanjar o que tinha, que era o caso dele. O Filho Pródigo juntou a sua parte da herança e converteu em alguma moeda da época e fez o que desejava a sua mente. Este jovem, gasta toda a sua herança com amigos e prostitutas.

 

5. De filho próspero à criador de porcos

de-filho-prospero-a-criador-de-porcos A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Este é um filho rebelde, que não valorizou o que tinha ao seu redor, mas que agora, se arrepende de tudo que deixou para trás, o valor de seu lar, o valor de sua família, o valor de seu pai amoroso. Agora, deseja voltar para o lar que um dia abandonou por coisas que aparentemente achava que tinha alguma estima, mas com o passar do tempo, percebeu que nada valia.

Depois de perder tudo o que tinha recebido de sua herança, veio sobre aquela cidade uma pobreza extrema, levando a maioria dos que ali moravam a uma grande fome, inclusive para o filho pródigo, (Lucas 15:14 NVI). A única oportunidade de emprego que ele encontrou foi cuidar e alimentar dos porcos de um dos cidadãos que naquela cidade morava.

A fome era tamanha que, aquele filho que comia do bom e do melhor em sua casa, agora come as bolotas dos porcos que cuidava, também conhecido como vagens de alfarroba. Provavelmente chegou a dormir no próprio chiqueiro que trabalhava e a sua única companhia eram aqueles próprios animais cuidava.  

onde-podemos-encontrar-na-biblia A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho PródigoEle desejava encher o estômago com as vagens de alfarrobeira que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada. (Lucas 15:16 NVI).

Agora, a aparência deste jovem era repugnante. Ele estava nojento, fedido, longe de sua casa, longe de seu pai , distante de seu verdadeiro lar.

Então ele se arrepende, mas este arrependimento foi simplesmente porque ele perdeu tudo o que tinha. Então ele se lembra da vida que tinha antes de ter saído de seu lar. É bem provável que, se ele não tivesse perdido a sua parte da herança, ele ainda estaria vivendo depravadamente.

 

6. A volta do filho pródigo

a-volta-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Nas Escrituras sagradas, vemos que após esse ocorrido, o filho pródigo percebe o grande pecado que cometeu contra seu pai e, lembra que até os seus empregados tinham mais dignidade e tinham melhores condições do que ele, inclusive comida em grande abundância.

Então este filho que até aquele momento era indomável e irrepreensível, agora desejava mais que tudo voltar para seu lar. Ele acredita que seu pai esteja furioso com ele, acredita também que, o seu pai não irá perdoá-lo, mas ele não pode continuar do jeito que está, então ele imagina uma forma de como irá falar com seu pai a respeito de seu retorno.

Então ele diz: – Falarei com meu pai desta forma: ‘’Meu pai, pequei contra o céu e contra ti também. Eu não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados’. (Lucas 15:18,19 NVI)

Quando o filho pródigo decidiu o que iria fazer e pondo ao caminho de seu antigo lar, já avistando seu pai ao longe, seu pai o vê e corre em sua direção e o abraça e o beija. Agora, o filho arrependido começa a pronunciar as palavras que tanto pensou em dizer, mas ele é surpreendido pelo seu pai que o interrompe e pede para que seus empregados tratem de seu filho que estava perdido.

Assim também é com Deus, antes mesmo de irmos à Sua presença, Deus já enviou o Seu Amado Filho muito antes de pecarmos. Jesus morreu na Cruz pelos nossos pecados, antes da criação do mundo. Ele já veio em favor daqueles que um dia viriam diante da Sua Presença. (1 Pedro 1:19,20 NVI).

 

7. Amor do Pai do filho pródigo

amor-do-pai-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

(Lucas 15:20 NVI)

Deus prova o Seu perdão, a Sua misericórdia por nós através de Cristo, (1 Timóteo 2:5 NVI), Deus prova o Seu amor por nós, ainda quando somos pecadores. (Romanos 5:8 NVI).

O pai reconhece seu filho, ainda que distante, mesmo em meio ao seu estado decaído e deplorável, com suas roupas já em trapos, mesmo repleto de sujeira, de imundície. Mesmo de longe e com a sua cabeça provavelmente encurvada pela tristeza e vergonha de ter abandonado seu lar, ainda sim, seu pai o vê e o reconhece.

Amor, o melhor adjetivo deste pai. Através deste sentimento, tudo pode ser transformado e tudo pode ser mudado. Um pai de amor que espera por seu filho, abraçando-o e o beijando-o depois de tanto tempo, como se nada tivesse acontecido .

O pai amoroso tinha como filho um jovem rebelde, suas atitudes eram autodestrutivas e, ele  não valorizava nada que lhe era dado. Mas as atitudes amorosas de seu pai ao longo da sua vida deixaram marcas profundas naquele filho ingrato, e provavelmente as boas lembranças que tinha de seu lar é que foram responsáveis pela sobrevivência do filho pródigo em sua peregrinação pelo mundo do pecado.

 

Veja : Nossos Cursos

logo-iteo-instituto-da-teologia-1 A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

 8. Atitudes do Pai do Filho Pródigo  

atitudes-do-pai-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

O Pai do filho pródigo ignora a idade avançada que tinha. Andar lento por causa do tempo e, um corpo frágil e cansado que todo idoso possui.

Que maravilhoso momento para todos que desejavam o retorno do filho pródigo, ao invés do filho rebelde se lançar aos pés de seu pai, o que ocorre é o oposto. Não é o filho que se lança nos braços de pai amoroso, é o pai que se lança nos braços de seu filho, é o pai que corre até a sua presença, é o pai que se derrama diante do filho perdido.

Nenhuma palavra de recriminação, nenhum conselho, nenhum castigo vem dos lábios daquele pai. Ele tinha todo o direito de tomar alguma atitude contra ele, mas não o fez. Que choque foi para aquele filho rebelde. Aquele momento foi silenciado por uma grande demonstração de amor.

Não cabia rancor, magoa e ressentimento no coração deste pai exemplar. Claro que seu filho caçula havia o decepcionado quando tomou a decisão de pegar a herança que não lhe cabia pois, o filho caçula não tinha direito à herança enquanto o seu pais estivesse vivo.

Sem perdão

O filho pródigo fez tudo fora dos padrões morais e, provavelmente nós o teríamos condenado. Mas contrariando as atitudes da maioria de nós, o pai do filho pródigo age amorosamente.

Poderíamos dizer que, o Pai do filho pródigo desta estória só tomou tal atitude porque era com o seu próprio filho, e que se fosse o filho de outro ele seria muito mais duro com as suas atitudes.

Naturalmente isso ocorre, pois, os homens são mais bondosos com seus próprios filhos e, propensos a perdoar com mais facilidade, contudo, nosso Pai Celestial não poupou o Seu próprio Filho por amor da humanidade.

Deus, Nosso Pai, nos amou de tal maneira que, Deu o Seu Único Filho para nos abençoar e nos salvar da nossa condenação eminente. (João 3:16 NVI)

 

Vestes novas para o filho pródigo

vestes-novas-para-o-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Foi tirado os seus trapos e com as melhores roupas foi vestido, trajes finos foram dados a este que não merecia o perdão de seu pai misericordioso. Uma roupa especial, para um momento especial. Lucas 15:22 NVI

Assim somos lembrados de que, antes de Cristos éramos perdidos como este filho, pecadores sem perdão. Éramos do diabo, pois assim como ele, praticávamos o pecado desde o princípio.(1 João 3:8,9 NIV). Mas hoje, através de Cristo, recebemos o perdão dos nossos pecados sem mérito algum. Não é por nós, é por Cristo.

Assim como o filho pródigo que não merecia perdão algum mas seu pai o perdoou, assim também somos nós, temos o perdão dos nossos pecados através de Cristo. Não merecíamos perdão pois, já estávamos mortos em nossos pecados.

O filho perdido só voltou porque os seus recursos chegaram ao fim. Assim também somos nós que, pela graça fomos salvos. Cristo nos vivificou quando ainda estávamos em pecado para mostrar nos séculos que ainda irão de vim as grandes riquezas de sua graça que veio pela Sua Grande Bondade. (Efésios 2:5-8 NVI).

O pai então manda trazer para o filho perdido sandálias e um anel, objetos utilizados apenas por membros da família.  Isso não era comum para empregados. Ele estava sendo aceito novamente como filho, e não como mero serviçal, sinalizando que a reconciliação era plena.

 

Um anel para o filho pródigo

um-anel-para-o-filho-pródigo-150x150 A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Qual o Significado do anel para nós cristãos?

Aquele filho perdeu a aliança, a comunhão que tinha com o seu pai. Assim somos nós, quebramos a aliança que tínhamos com Deus. Nós desprezamos a união que tínhamos com Deus, nós nos ‘’divorciamos d’Ele’’, desprezamos o Criador de tudo. Mas assim como o arrependimento daquele filho o levou a novamente ter comunhão com o seu pai, e uma nova aliança (anel) lhe foi concedido, assim somos nós com o Nosso Criador. Nosso Pai nos perdoa através de Cristo, através de Seu Sangue hoje temos uma nova aliança com Deus.

O filho pródigo diz ao pai: – Pai, eu pequei. Ele se arrepende e o pai o perdoa.

 

 Sandálias pra os pés do filho pródigo

sandalias-pra-os-pes-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

As sandálias eram sinônimo de ‘’senhoril’’, ou seja, somente os senhores e os filhos dos senhores calçavam os pés com sandálias, os escravos andavam de pés descalços. Quando o pai do filho pródigo diz ao seu servo para colocar as sandálias nos pés de seu filho, ele está devolvendo a herança que ele havia perdido.

A morte de Jesus na cruz do calvário, nos dá o direito de sermos regenerados à imagem e semelhança do Deus Criador. Ele nos dá uma nova filiação e herança concedida pelo Sangue de Jesus.

 

 10. Atitudes do irmão do filho pródigo

atitudes-do-irmão-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Em Lucas 15:25-28 vemos como o Filho mais velho desta parábola se encheu de ira após o retorno de seu irmão.

Outro filho ingrato que, também só pensava em si próprio. A diferença entre ele e seu irmão é que, ele não saiu pelo mundo a fora, mas, desejava também usufruir das coisas que o pai tinha, assim como seu irmão.

Ele não compartilhava da mesma alegria que seu pai estava sentindo naquele momento, pelo contrário, sente uma grande ira pois ele era insensível e legalista. Assim como aqueles fariseus que se iraram por Jesus estar com os pecadores e publicanos, pois assim como o filho mais velho, os fariseus não conheciam o significado do amor e da graça.

Alguns comentaristas consideram o filho mais velho da Parábola como ‘’o próprio símbolo dos fariseus’’ pois criticaram e julgaram Jesus.  Da mesma forma que o seu filho mais velho se encheu de ira por seu pai receber de volta o seu filho perdido, assim também os fariseus e mestres da lei se encheram de ira por Jesus. Ele em Nome de Seu Pai recebeu os publicanos e pecadores que ali estavam.

 

11. Amor imerecido

amor-imerecido A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

O Amor lança fora todo medo, rancor, magoa, inveja, traição, ciúmes, brigas, confusões, mentiras, raiva, ganancia e caus. Porque o Amor do Pai é perdoador. (Romanos 8:32-34 NVI)

Perdoar é estar junto, não é fazer como o mundo diz: – “eu te perdoo, mas, não quero mais andar com você”. O verdadeiro perdão não leva mais em consideração as amarguras do passado.

O pai do filho pródigo o perdoou e demostrou o seu perdão dando ao seu filho vestes de louvor, anel de honra e sandália de dignidade.

Assim somos nós diante de Deus, mesmo não merecendo e não tendo possibilidade alguma de fazer qualquer coisa para agradar e surpreender a Deus, Jeová nos perdoou sem hesitação. Nos coroou com Seu Filho, nos deu vestes de louvor e não fizemos nada para que pudéssemos receber tais benefícios. Recebemos de maneira gratuita e não meritória, assim como aquele filho que o pai perdoou sem que ele fizesse absolutamente nada (Efésios 2:8-9 NVI). Benção imerecida, Amor abundante.

12. Situações ocorridas na época da Parábola do filho Pródigo

Situacoes-ocorridas-na-epoca-150x150 A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Nesta estória do pai do filho pródigo diz que, na época em que essa estória ocorreu houve uma grande fome na terra. Houveram muitas peregrinações em busca de lugares onde se pudesse conseguir alimento de maneira digna. Mas o jovem da parábola estava mais interessado em aproveitar a vida de maneira dissoluta não se importando com o que acontecia ao seu redor.

Veja também:

  • A Parábola do filho pródigo
  • O irmão do filho pródigo

 

13. O que aprendemos com o pai do Filho pródigo?

o-que-aprendemos-com-o-pai-do-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

A maior lição aprendida com esta parábola é sobre o perdão há todas as pessoas. É dado a elas uma segunda oportunidade de reparar os erros do passado. Listamos algumas delas.

 

Amor do Pai  do filho x Amor de Cristo

Iremos comparar o Amor do Pai do filho pródigo e o amor Deus. Jesus Cristo somente contou está parábola para nos mostrar o infinito amor de Deus por nós.

 

Perdão

Mesmo uma pessoa estando muito distante de Deus, quando for tomada pelo arrependimento, o Espírito Santo já se aproximou dela. Assim como o Pai do filho pródigo que correu ao seu encontro antes mesmo daquele filho tomar qualquer atitude. Assim é Deus conosco pois, Ele provou o Seu Grande amor por nós, mesmo sendo pecadores. (Romanos 5:8 NVI), (Lucas 7:36-49 NVI).

 

Reconhecidos Pelo Pai

Mesmo o seu filho tão distante, coberto por sujeira, e sua cabeça encurvada pela vergonha, o pai o reconhece. Mesmo tão distante, seu pai não esqueceu do rosto do seu filho amado, assim é Deus, reconhece o pecador, cada homem distante Dele. Mesmo tão longe, Deus conhece cada um que está fora de Sua presença. Ele aguarda a volta daqueles que voltarão arrependidos.

 

Amor pelo filho pródigo – Um pai amoroso

Segundo a gramatica grega, o pai do filho pródigo o beijava repetidamente no reencontro. Mesmo depois de tudo o que seu filho ingrato fez. Que demonstração de amor e carinho pelo filho ingrato. Não poderia ter sido melhor demonstrado o amor daquele pai para com o filho rebelde.

 

Compaixão pelo filho pródigo

Quando seu pai viu o filho perdido, teve uma grande compaixão, pois ele se solidarizou com o seu sofrimento. Ele desejou diminuir o sofrimento do seu filho e ajudá-lo a superar a dor que estava sentido. Assim também somos nós com Deus, nós estávamos perdidos em nossos pecados. Merecíamos a ira de Deus, mas por amor a nós, por causa de sua infinita misericórdia, a Ira de Deus foi derramada em Cristo por amor a todos nós. (Isaías 53:1-12 NVI), (João 3:16 NVI).

 

Alegria, celebração pela vida do filho pródigo

Para comemorar a volta do filho perdido, seu pai manda matar um novilho especial e convida a todos para este momento de festividade. Alegria por alguém que estava perdido, mas que voltou ao seu antigo lar. Da mesma forma aconteceu conosco pois, quando estávamos mortos, através de Cristo nos veio arrependimento. Uma grande festa foi feita no céu por nós. Arrependimento pelos nossos pecados contra um Deus Santo e Justo. (Lucas 15:7 NVI).

 

Estudo sobre o pai do filho pródigo

estudo-sobre-o-filho-prodigo A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Quando se vai elaborar um estudo, seja ele qual for, é importante considerar alguns pontos a serem seguidos:

Se você quer fazer um estudo sobre por exemplo, o filho pródigo, é importante que siga esses princípios:

  1. Busque a direção (iluminação) do Espirito Santo.
  2. Leia o texto bíblico que deseja estudar.
  3. Faça anotações sobre o que você entendeu no texto.
  4. Busque a compreensão e o entendimento de palavras do texto.
  5. Veja o ”destinatário”: Quem eram, para quem eram e quais eram as suas características?
  6. Contexto – aplicar os ensinamentos do que foi estudado para os dias de hoje)
  7. Quem contou e o que desejou ensinar?
  8. Faça os nossos cursos. iTEO – Instituto da Teologia.

  

A Parábola do Filho Pródigo – O filme

Este filme foi baseado na parábola do filho pródigo que está no evangelho de Lucas 15:11-32. Foram acrescentadas cenas dramáticas que não fazem parte das Escrituras Sagradas. Isso normalmente é feito para tornar o conteúdo narrado mais “atrativo”.

É de grande importância a leitura do texto bíblico para que você tenha uma verdadeira compreensão da mensagem bíblica. Procure entender qual é o verdadeiro significado dela para as nossas vidas.

 

Desenho – O filho pródigo

Indicamos esta animação da parábola do filho pródigo para aprofundarmos ainda mais no conhecimento deste estudo.

Esperamos que você tenha compreendido tudo o que foi estudado até aqui sobre o pai do filho pródigo.

 

Música – Filho Pródigo

Ouça uma canção baseada na parábola do filho pródigo.

 

Letra – Filho Pródigo

Filho Pródigo

Analise biblicamente a Letra da música Filho Pródigo.

 

Cifra – Filho Pródigo

Cifras – Filho Pródigo

Esta é a mesma música mas na forma cifrada da banda Kadoshi.

 

A história continua!

Continue-iTeo-instituto-da-teologia A Parábola do Filho Pródigo - Na perspectiva  do Pai do Filho Pródigo

Deseja conhecer a história pela perspectiva do Filho pródigo? Então continue conosco e veja o estudo sobre ”A parábola do Filho Pródigo”.

VEJA TAMBÉM SOBRE (O irmão do Filho pródigo)

 

 

O que você achou deste estudo da Parábola do Filho pródigo na perspectiva de Seu Pai?

Nossas saudações

Que sejamos sempre alertas e prudentes na obra de nosso senhor. Estejamos sempre prontos a servir, seja ao Senhor Nosso Deus, como o nosso próximo pois, isso agrada ao Senhor.

Fique na Paz de Deus, nosso Senhor Jesus Cristo.

 

Pastor Valmir Oliveira

Presbítero Vidal Gonçalves

 

 

 

Este post tem um comentário

  1. Boa explicação.
    Valiosa interpretação.
    Acho porém que o filho pediu a parte da mãe que tinha falecido.
    Era proibido pela lei de Moisés aborrecer os pais.
    silas

Deixe uma resposta

Fechar Menu