Se confessarmos os nossos pecados - O que significa?

Se-confessarmos-os-nossos-pecados Se confessarmos os nossos pecados

“Confessarmos” no grego: ομολογωμεν (omologomen) palavra derivada de “omos” (a mesma coisa), e λεγο (lego=dizer), ou seja, “declarar a mesma coisa que outra pessoa”, portanto, “admitir veracidade de acusação”.

Confessarmos os nossos pecados a Deus é admitir ao Senhor nossas transgressões e pecados particulares na intenção de nos livrarmos de nossos pecados e assim nos aproximarmos mais de nosso Senhor e Deus.

Confissão de pecados é admitir ao Senhor nossas transgressões e pecados particulares. Para que possamos nos livrarmos de nossos pecados e assim nos aproximarmos mais de nosso Senhor e Deus.

Precisamos entender a importância de confessarmos os nossos pecados a Deus e ao nosso próximo para que tenhamos uma vida piedosa e que evidencia o fruto do Espírito Santo.

?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564595122942 Se confessarmos os nossos pecados

Tópicos que iremos abordar

  • Se confessarmos os nossos pecados
  • Confissão de pecados
  • Confissão de Pecados na Bíblia
  • Confessar pecados ao pastor
  • confessar os pecados uns aos outros 
  • se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo

?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564595277093 Se confessarmos os nossos pecados?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564595277118 Se confessarmos os nossos pecados

Se confessarmos os nossos pecados

“Confessarmos” no grego ομολογωμεν (omologomen) palavra derivada de “omos” (a mesma coisa), e λεγο (lego=dizer), ou seja, “declarar a mesma coisa que outra pessoa”, portanto, “admitir veracidade de acusação”.

Confessarmos os nossos pecados a Deus é admitir ao Senhor nossas transgressões e pecados particulares na intenção de nos livrarmos de nossos pecados e recebermos perdão e assim nos aproximarmos mais de nosso Senhor e Deus.

Mas precisamos nos lembrar que a confissão de pecados sem o arrependimento não se torna eficaz em si, a regra é: 1º confissão de pecados a Deus, 2º arrependimento pela prática do pecado e 3º não voltar a cometer o ato de pecado.

Se não for assim não fará nenhum sentido e efeito prático em nossas vidas. O pecado não deve ser recorrente, ou seja, pecamos e depois pedimos perdão a Deus, pois sem o arrependimento real e verdadeiro, isto passa ser uma prática de religiosidade e não de piedade, portanto não devemos voltar a praticar o pecado novamente.    

O perdão de Deus nos é dado assim que admitimos a sua necessidade em nossas vidas. Não com base em quaisquer atos de bondade que tenhamos feito ou por mérito para alcançá-lo, mas, exclusivamente, por causa de sua “Graça”, o dom gratuito do perdão traz consigo a purificação de toda injustiça.

Deus nos aceita como justos porque é Ele que nos dá a justiça de seu Filho Jesus Cristo,  pois foi Ele que levou os nossos pecados.

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=LOADED&custom1=institutodateologia.com.br&custom2=%2Fwp-admin%2Fpost Se confessarmos os nossos pecados?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564595373446 Se confessarmos os nossos pecados?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Se confessarmos os nossos pecados

Confissão de pecados

“Enquanto eu estava falando e orando, confessando o meu pecado e o pecado de Israel, meu povo, e fazendo o meu pedido ao Senhor, ao meu Deus, em favor do seu santo monte;”

No caso de Daniel, podemos entender que Deus em sua infinita graça ouviu a confissão de pecados pessoais de Daniel e a confissão intercessória pela nação de Israel, que estava no cativeiro há quase 68 anos segundo alguns historiadores.

O fato contundente é que devemos confessar nossos pecados, falhas e transgressões ao Senhor nosso Deus, pois só Ele é capaz de nos perdoar e nos guiar realmente para caminhos de santificação. Pois o homem possui a natureza corrompida e não poderá conduzir o outro a não ser para o abismo.

“Deixem-nos; eles são guias cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão num buraco.”  (Mateus 15:14 NVI)

Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar todos os pecados e nos purificar de qualquer injustiça.

Confissão de Pecados na Bíblia

Aqui podemos encontrar alguns versículos que falam sobre confissão de Pecados:

  • Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que sareis; a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Tiago 5:16 
  • O que encobre as suas transgressões nunca prosperará;
    mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia. Provérbios 28:13
  • Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. 1 João 1:9
  • Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Romanos 10:10
  • S saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Romanos 10:9 

Confessar pecados ao pastor

É necessário ressaltar que não há base nas Escrituras Sagradas para confissão de pecados ao pastor ou outro tipo sacerdote eclesiástico.

A prática ficou popular pela Igreja Católica Romana, que tem dentro da sua liturgia e sacramentos a confissão de pecados ao Padre, mas é algo próprio e desenvolvido por séculos pela igreja romana.

Não devemos copiar este tipo de pratica, pois não há base Bíblica para tal prática nos dogmas ensinados pelos Apóstolos em suas doutrinas para a liturgia da igreja de nosso Senhor Jesus Cristo.

Como podemos ver neste artigo, a instrução é para que venhamos confessar nossos pecados diretamente a Deus, podendo ser assim para qualquer das três pessoas da Santa Trindade neste caso. Ou seja, devemos confessar nossos pecados para o Pai, ou Filho ou Espírito Santo, podendo também ser para os Três sem o menor problema.

Devemos também confessar nossos pecados para possíveis pessoas que por ventura tenhamos cometido algum mal, para que venhamos reparar nosso erro e assim recebemos o perdão necessário.

Portanto, não é necessário como uma obrigação dogmática confessar nossos pecados para pastor, líderes ou outros sacerdotes eclesiásticos.

Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar todos os pecados e nos purificar de qualquer injustiça.

 

Confessar os pecados uns aos outros

“Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.” Tiago 5:16 NVI

É extremamente necessário a confissão de pecados a Deus em primeiro lugar com o objetivo de perdão de pecados. Sem esquecer que para isto é necessário arrependimento real e verdadeiro diante de Deus, pois a Deus ninguém consegue enganar.

Mas este texto também nos traz uma outra variável importante da confissão de pecados, que é confessar uns ao outro, o que vem ser isto verdadeiramente?

Ao longo da história da igreja, antes da reforma protestante era comum no cristianismo romano a confissão de pecados ao Padre na figura de sacerdote, mas não encontramos base bíblica para isto.

O texto em questão está relacionado a confessar o seu pecado, transgressão ou falha a uma pessoa que por ventura podemos ter prejudicados de alguma maneira, para que venhamos receber o perdão do próximo e possamos também oferecer o nosso perdão caso seja necessário.

Embora a confissão do pecado para um sacerdote não seja biblicamente necessária, a confissão a Deus e às pessoas por nós lesamos é obrigatória. Assim receberemos o perdão de Deus e se por ventura viemos a prejudicar outra pessoa possamos receber o perdão da mesma e dar um ótimo testemunho de uma vida cristã piedosa.

?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564595670687 Se confessarmos os nossos pecados?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564595670697 Se confessarmos os nossos pecados

se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo

O nosso Senhor e Deus é bom e justo para nos perdoar de todos os pecados, mas para que isto aconteça é importante primeiramente confessarmos ao Seu Filho o Senhor Jesus que nos justifica de todo pecado. Segundo devemos confessar nossos pecados a Deus, em forma de humilhação para que venhamos obter o perdão de Deus.

E por último, mas se faz muito importante também, é confessar nossos pecados ao nosso próximo caso tenhamos cometido contra ele algum mal. Assim como recebemos o perdão de Deus receberemos dos homens também. 

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=LOADED&custom1=institutodateologia.com.br&custom2=%2Fwp-admin%2Fpost Se confessarmos os nossos pecados?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564595756500 Se confessarmos os nossos pecados?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Se confessarmos os nossos pecados

PASTOR E PROFESSOR VALMIR​ OLIVEIRA

Fechar Menu