Personagens Bíblicos

Quem foi Arão? Conheça a História do irmão de Moisés

Arão-Quem-foi-Arão-Como-ele-morreu-Conheça-a-História-do-irmão-de-Moisés Arão

O que iremos ver neste artigo

  • Significado do nome Arão
  • Quem foi Arão na Bíblia
  • História de Arão
  • A morte de Arão

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=OPTOUT_RESPONSE_OK&t=1564596638604 Arão?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564596638610 Arão?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564596638612 Arão?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564596638618 Arão

Significado do nome Arão

O Significado do nome “Arão” é incerto, mas sabemos que ele foi o primeiro Sumo Sacerdote de Israel. Arão era descendente de Levi e o terceiro filho de Jacó. O pai de Arão se chamava Anrão e sua mãe Joquebede. Arão era irmão de Moisés e de Miriã. 

?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564596616212 Arão

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=LOADED&custom1=institutodateologia.com.br&custom2=%2Fwp-admin%2Fpost Arão?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564597425031 Arão?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Arão?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=OPTOUT_RESPONSE_OK&t=1564597425262 Arão?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564597425267 Arão?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564597425269 Arão?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564597425275 Arão

Quem foi Arão na Bíblia?

Aarão era filho mais velho do levita Anrão e de sua esposa Joquebede (Êxodo. 6:20. Números. 26:59). Arão era irmão do Legislador Moisés e Miriã. Arão era três anos mais velho do que Moisés. (Êxodo 7:7).

Alguns acreditam que o seu nascimento foi em torno do ano 1725 A.C, um ano antes ao decreto de Faraó, decreto para eliminar todos os meninos hebreus.

Arão era levita por parte de seu pai e também por parte de mãe (Números 26:29).

O nome da esposa de Aarão era Eliseba, irmã de Naassom, eles tiveram quatro filhos: Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar. Os dois filhos mais velhos de Arão foram mortos pelo fogo que veio do céu e o motivo foi a profanação por parte deles ao oferecerem uma “oferta estranha” ao Senhor (Lev. 10:1).

Em Êxodo 6:16-20 e Crônicas 6:1-3 vemos que Aarão estava na terceira geração depois de Levi (Levi, Coate, Anrão, Aarão).

História de Arão

Arão foi escolhido por Deus para ser o auxiliador de Moisés na libertação do Seu povo na terra do Egito. Ele foi escolhido pelo fato de ter o “dom da fala” (Êxodo 4.16). Esteve nas principais batalhas que Moisés travou, uma delas contra Amaleque, onde ele e Hur seguravam as mãos de Moisés para que Israel fosse vitorioso (Êxodo 17.12).

Quando Moisés subiu no Monte Sinai, Arão foi persuadido pelo povo a fazer um bezerro de outro para que fosse adorado ao invés de Deus. O Senhor Deus se ira com Arão e o povo.  A ira de Deus com este pecado foi tão grande que o Senhor desejou destruir todos eles junto com Arão.

Moisés clama ao Senhor e pede misericórdia e o Seu perdão (Deuteronômio 9:20). Moisés orou e obteve o perdão de Deus para o pecado do povo e também de Arão (Dt 9.20).

Passado algum tempo, Arão é consagrado a sumo sacerdote, responsável por um alto cargo que seria passado em geração a geração (hereditário na família). Coré e os levitas se rebelaram contra Moisés, acusando-o de se exaltar na presença do povo e ter privilégios e poderes que eles não tinham, em outras palavras, inveja, e também o fato de não cumprir a promessa de levá-los à terra prometida.
Deus castiga Coré e todos que estavam com ele, a terra se abriu sob as tendas de Coré, Datã e Abirão, e em seguida fechou. Os duzentos e cinquenta rebelados, que permaneceram diante do tabernáculo, foram consumidos pelo “fogo do Senhor”

Arão ofereceu a Deus incenso para suspender a praga que estava destruindo o povo de Israel. O Senhor Deus recebe a oferta de Arão e a praga que estava no meio do povo é retirada.

Aarão dedicou-se aos seus deveres como Sumo Sacerdote por aproximadamente quarenta anos.

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=OPTOUT_RESPONSE_OK&t=1564597148288 Arão?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564597148293 Arão?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564597148295 Arão?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564597148377 Arão

Nomeação de Moisés, irmão de Arão

Moisés foi chamado por Deus para tirar o Seu povo de Israel do Egito e Deus nomeou Aarão para ser o seu assistente e porta-voz, isso pelo fato de Arão ser um excelente orador, alguém que se expressava muito bem (Êxodo 4:14-16; 7:1).

Arão foi chamado por Deus pois, Moisés seu irmão era não se considerava eloquente e acreditava que era “pesado de boca e pesado de língua”.

Moisés deixa Midiã (onde esteve com ela durante quarenta anos, aproximadamente de 1688 a 1648 A.C).

Moisés Encontrou-se com Aarão no monte Horebe (Êxodo 4:27-31). Após este encontro eles se apresentaram ao Faraó, onde ali se inicia vários milagres da parte do Senhor e visto por todo povo de Israel como também o povo do Egito.

Deus endureceu o coração de faraó

Faraó não aceitou à mensagem de Moisés que era o porta voz do Senhor. Faraó expulsou Moisés e Arão da sua presença e mandou através dos seus servos uma mensagem aos trabalhadores Israelitas, para que eles não fossem “infectados” pelo desejo de liberdade que Moisés e Arão anunciavam. Como forma de castigo pelo discurso de Moisés, Faraó ordena o aumento de trabalho e oprime o povo de Deus. Muitos se revoltaram contra a mensagem de liberdade de Moisés e Arão pois eles estavam sendo castigados pelos egípcios, mas a mensagem de liberdade vinda de Deus continua.

A tirania do Faraó aumenta, juntamente com os castigos e opressões, pois ele dizia: ‘’Esse povo é preguiçoso, por isso estão clamando ao Senhor e desejando oferecer sacrifícios a Ele, aumentem a carga de trabalho desses israelitas para que não acreditem em mentiras vindas da parte de Moisés”.

Moisés e Arão se mantiveram firmes em seus discursos de liberdade que vinha pelas Mãos de Deus. Eles encorajavam ao povo israelita que se mantivessem firmes e suportassem a servidão e que buscassem a liberdade que viria do Senhor (Êxodo 5).

Moisés e Arão teve outros encontros com Faraó, onde ocorreram grandes milagres em Nome do Deus de Israel. Arão, em todos esses encontros foi o porta voz de Moisés, e Moisés do Próprio Deus (Êxodo 6-9).

Após a saída do Povo de Deus (Israel) do Egito, ouvimos novamente sobre Arão em Êxodo 17:8 onde vemos sobre os ataques dos amalequitas contra eles. Arão e Hur seguraram as mãos de Moisés, a fim de que Israel vencessem aquela batalha. E por último quando Moisés sobe no Monte para adorar ao Senhor, em quanto Arão, os setenta anciãos e o povo de Israel adoravam a Deus de longe do monte.

?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_LOADED&t=1564597179934 Arão

Bezerro de ouro

Moisés permaneceu na presença do Senhor por quarenta dias no monte. O povo ficou impaciente e ordenou que Aarão fabricasse deuses para que eles o adorassem. Eles haviam desistido de Moisés como também do Próprio Deus que os tirou das terras do Egito (Êxodo 33:1).Todos os tipos de objetos de ouro foram trazidos até a presença de Arão.  Este ouro foi derretido para fabricar o bezerro de ouro. É bem provável que aquele bezerro representasse o deus-boi, Ápis, de Mênfis, pois estes “deuses” eram adorados no Egito.  Quando aquela fundição de ouro criou forma, Aarão proclamou a todos que aquele bezerro foi o responsável por libertar o povo do Egito.

Deus dá a notícia a Moisés sobre esses acontecimentos, imediatamente ele desce do monte, trazendo consigo as tábuas da lei. Quando Moisés se depara com o bezerro de ouro e o povo adorando e festejando ao seu redor, lança ao chão as tábuas escritas pelo próprio dedo de Deus e as quebram. Moisés exigiu que o povo se arrependesse, e eles o fizeram assim como Arão.

Arrependimento e consagração

Moisés perguntou para Aarão o motivo que levou o povo a tamanho pecado contra Deus, Arão se justifica dizendo a Moisés: “Você sabe que este povo é inclinado para o mal”. Arão se arrepende do pecado cometido contra Deus e continua a sua jornada com Moisés. Deus sempre usou homens imperfeitos e pecaminosos assim como Arão, mas perdoados e justificados, a fim de realizarem a Sua obra.

Algum tempo depois, Aarão e seus filhos são consagrados com óleo santo, e foram vestidos com vestes sagradas (Êxodo 40; Lev. 8). Não passa muito tempo após esta cerimónia, os dois filhos mais velhos de Arão queimam incenso com fogo estranho no tabernáculo (Levítico 10:1-11). Por causa deste pecado, os filhos de Arão foram mortos consumidos pelo fogo que saiu diante do Senhor.

 

A rebelião de Coré contra Moisés e Arão

Em Números16 vemos como Moisés e Aarão foram alvos de uma rebelião liderada por por Coré, Datã e Abirão. Essa rebelião resultou em uma praga enviada por Deus. A revolta conduzida por Coré envolvia a autoridade sacerdotal exercida por Aarão e seus filhos, e também a intimidade que Moisés tinha com o Senhor.

Coré, da tribo de Levi, e Datã e Abirão, da tribo de Rúben, desejavam ter o que Moisés  e Arão tinham perante o povo. Essa luta pelo poder terminou mediante a praga enviada pelo Senhor (Números 16:46). Moisés pede para Aarão ir até o meio da multidão para oferecer incenso com fogo tirado do altar para propiciação (sacrifício) pelos pecados cometidos contra o Senhor. Arão se colocou no meio dos mortos e vivos e a praga cessou (Números 16:48). Todos foram testemunhas da autoridade que Deus constituiu tanto na vida de Moisés quanto na vida de Arão.

Porque Moisés e Arão não entraram na terra prometida?

Deus não permitiu que Moisés e Arão entrassem na Terra Prometida. O principal motivo foi a desobediência que os dois cometeram contra Deus quando bateram na rocha ao invés de falar para a rocha (Números 20:8-13).

 

A morte de Arão

Por ordem de Deus, Aarão, seu filho Eleazar e Moisés subiram ao topo do monte Hor, à vista de todo o povo. No topo do Monte Hor, as vestes de Arão foram removidas e transferidas para Eleazar, depois disso, Arão morreu. Seu filho e seu irmão Moisés o sepultaram em uma caverna da montanha.

Todos choraram por Arão por 30 dias. Até hoje no monte Abe, é organizado pelos judeus uma cerimônia, relembrando a sua morte.

Apesar dos pecados cometidos por Arão, ele foi um homem de caráter, era espiritual e sua devoção para com Deus foi por toda a sua vida.

 

Fechar Menu