Quem eram os Publicanos na Bíblia?

O-que-significa-Publicano-na-Bíblia.-E-quem-eram-os-Publicanos-1-750x291 Publicanos

A palavra publicano é encontrada somente no Novo Testamento, nos livros de Mateus, Marcos e Lucas. Veremos a seguir o que significa o termo Publicano, quem são e quais lições podemos extrair deste estudo.

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=LOADED&custom1=institutodateologia.com.br&custom2=%2Fwp-admin%2Fpost Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564148313889 Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Publicanos

O que iremos abordar neste artigo

  • Publicanos significado
  • Publicanos
  • Os publicanos na Bíblia
  • Tipos de impostos
  • Mateus, o publicano
  • Zaqueu – Chefe dos publicanos

Publicanos Significado

Os Publicanos eram cobradores de impostos públicos entre os romanos. Havia na época de Jesus, dois tipos de cobradores de impostos:  Os cobradores gerais e os responsáveis por fazer a cobrança em cada distrito.

O primeiro cobrador (coletor de impostos), que era considerado o principal, era responsável pelas coletas do império. Todos os principais cobradores eram homens de grande importância no governo, normalmente eram membros de famílias ricas e famosas. Já os “ajudantes cobradores de impostos (publicanos), eram homens do próprio povo judeu que recolhiam os tributos nos distritos, eram considerados homens inferiores aos cobradores principais. Eles eram conhecidos pelos judeus por serem “ladrões, corruptos e vigaristas”.

A segunda classe de publicanos (ajudantes), tributavam qualquer tipo de mercadoria que passasse pelas estradas, independente se tinha pouco valor ou não.

O desprezo pelos publicanos era tanto que, eram comparados com os próprios pagãos, homens considerados idólatras e ignorantes que faziam oposição às Escrituras Sagradas. Bárbaros que perseguiam o povo de Deus.

Quando os publicanos pronunciavam os textos neotestamentários, eram olhados como traidores e apóstatas. Os publicanos eram constantemente comparados aos pecadores, gentios e as prostitutas (Mateus 9:11; 11:19; 21:31,32).

Publicanos

Jesus foi muito desprezado e rejeitado pois ele andava com os publicanos, comia e também bebia com eles (Mateus 9:11; Lucas 15:1; 19:2-5).

Os fariseus constantemente atacavam o caráter de Jesus Cristo, isso porque ele frequentava as casas dos pecadores, andava com publicanos e falava com as prostitutas. A repulsa destas pessoas era tanta que, os fariseus chegaram ao ponto de questionar aos discípulos de Jesus por qual razão eles permaneciam juntos a este “tipo de gente”. Mas sabemos que o Filho de Deus veio ao mundo, não por causa dos justos, mas veio pelos pecadores (Mateus 9:13; Marcos 2:17).

Jesus Cristo contou uma parábola que envolvia um acontecimento entre um fariseu e um publicano. Nesta parábola percebemos a tamanha hipocrisia do fariseu que, “batia” no peito em agradecimento a Deus por não ser como os ladrões, os corruptos, adúlteros e até mesmo como o publicano que ouvia as orações deste hipócrita (Lucas 18:10-13).

Cristo não tinha o propósito de justificar o caráter dos publicanos, pois os pecados que eles cometiam eram tão graves quanto os pecados que os fariseus cometiam, contudo, os publicanos estavam mais abertos ao arrependimento do que os próprios fariseus.

Os publicanos na Bíblia

Os publicanos eram considerados como traidores do seu próprio povo. Eles eram judeus escolhidos pelo governo de Roma para cobrarem impostos do seu próprio povo. Eles operavam em conspiração contra a sua própria nação (judeus), por isso eram considerados “traidores do povo” e nivelados com os fariseus, pecadores, prostitutas e gentios. Quando um homem se tornava um publicano, ou a pedido de Roma ou por sua própria vontade, ele sabia que sofreria consequências por esta escolha, como por exemplo:
  • Viver separado do seu próprio povo
  • Perder a comunhão com seus compatriotas
  • Ser acusado de pecar contra Deus e perder a salvação
  • Receber o desprezo de todos a sua volta

Tipos de impostos

Tipos-de-impostos Publicanos

Havia dois tipos de coletas em Roma, a coleta direta e a indireta.

A coleta direta era sobre as terras e os indivíduos. Esta cobrança não era feita por qualquer coletor de impostos, mas sim por agentes imperiais regulares.

Já os impostos indiretos eram cobrados pela importação e exportação de qualquer tipo de mercadoria, inclusive impostos nas estradas públicas, baias, pontes, barragens, portões das cidades, e etc. Havia imposto sobre qualquer coisa, imposto sobre a carroça do fazendeiro, sobre as rodas da carroça, sobre o eixo das rodas da carroça, e até mesmo sobre o animal que puxava a carroça.

Estas cobranças eram realizadas por empregados nativos, ou seja, pessoas que viviam nos próprios locais onde se cobravam os impostos.

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=LOADED&custom1=institutodateologia.com.br&custom2=%2Fwp-admin%2Fpost Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564148743872 Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=OPTOUT_RESPONSE_OK&t=1564148744034 Publicanos?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564148744048 Publicanos?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564148744050 Publicanos

Cobrança excessiva de impostos

Os publicanos tinham uma considerável liberdade para aumentar as taxas dos impostos, o que levava a muitos publicanos à corrupção.

A essência do trabalho dos publicanos oferecia muitas oportunidades para fraudes, um pecado que foi citado por João Batista (Lucas 3:12). Os publicanos eram considerados traidores de sua nação e agentes voluntários de seus próprios opressores.

Mateus, o publicano

Alguns publicanos se tornaram seguidores de Jesus Cristo, um deles foi Mateus, o publicano.

Mateus era coletor de impostos nas proximidades de Cafarnaum. Jesus passou por ele quando estava sentado coletando os impostos do naquele lugar. Mateus foi a única pessoa a ser chamado individualmente para ser discípulo de Jesus, pelo menos nos eventos relatados nos Evangelhos Sinóticos (Mateus 9:9). Em Marcos 2:4 e Lucas 5:27, Mateus é chamado de Levi, filho de Alfeu, isso porque naquela época era muito comum entre os judeus usarem dois nomes. Existe outra teoria de que, o nome Mateus foi dado a ele após a sua conversão, como vemos por exemplo com Simão que depois ficou conhecido como Pedro (Marcos 3:16).

Todos que Jesus chamava eram pecadores, contudo, eram israelitas, e os israelitas eram considerados homens que se podiam confiar, homens que neles não haviam falsidade (João 1:47).

Mas com Mateus foi diferente, ele era publicano, que para os israelitas era sinônimo de ladrão, saqueador, ou seja, publicano era visto como bandido.

Este acontecimento envolvendo Mateus e Jesus, claramente escandalizou e impactou a muitos, inclusive os seus discípulos, mas também alegrou muitos pecadores e gentios. Pessoas que eram desprezadas por muitos fariseus e mestres da lei agora seguiam a Jesus.

A popularidade e a admiração por Jesus aumentaram, assim também como ódio de muitos contra Ele.

Zaqueu - Chefe dos publicanos

Zaqueu-247x300 PublicanosZaqueu, chamado de “chefe dos publicanos” (Arckitelones). Ele era judeu e coletor de impostos em Jericó e responsável por outros coletores inferiores a ele. Zaqueu, mesmo sendo chefe dos publicanos, também estava sujeito a alguém superior a ele, provavelmente um coletor de impostos romano.

Ele era considerado pelo povo Judeu um homem muito rico, mas a população da cidade via sua pequena fortuna como obra de desvio dos impostos cobrados por Roma, ou seja, ladrão.

Zaqueu era um homem de estatura baixa. Não se sabe bem ao certo se Zaqueu era anão, o que sabemos é, seu tamanho era abaixo dos demais.

Quando soube que Jesus passaria pela cidade, Zaqueu compreendia que pela sua pequenez não conseguiria ver Jesus, e ele desejava conhecer o homem de que todos falam. Ele corre e sobe em uma árvore (ou figueira brava – Sicômoro) para conseguir ver o Mestre Jesus por cima da multidão. Jesus estava indo para Jerusalém em celebração da Pascoa (Lucas 19:1-10).

Jesus olhou para cima e viu Zaqueu pendurado naquela árvore e disse: “Zaqueu, desça rápido, pois me convém descansar em sua casa”. Todos que estavam ali começaram a se queixar escandalizados, pois Jesus estava indo para a casa de um homem pecador, um ladrão aos olhos do povo.

Não passa muito tempo na presença de Jesus e Zaqueu cai em arrependimento de seus pecados. Zaqueu promete dar a metade de sua riqueza aos pobres e, para aqueles que ele enganou oferece 4 vezes mais.       

Quem eram os Publicanos

Outros comentaristas

Comentário de VAN BORN

Os impostos sobre as mercadorias importadas eram populares em Israel desde o tempo

Persa (Esdras 4:13-20; 7,24), mas só foram arrecadadas sistematicamente a partir do tempo romano.

Toda romana era sujeita a essas cobranças, em benefício do tesouro do estado romano.

Os impostos não eram cobrados por funcionários de Roma, mas sim pelos publicanos, que por sua vez tinham outros funcionários a seu serviço.

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=LOADED&custom1=institutodateologia.com.br&custom2=%2Fwp-admin%2Fpost Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564149681893 Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Publicanos

 

Outros comentaristas

O termo publicano significa “rendeiro de impostos” (taxa, imposto, tarifa, tributo), portanto, no Novo Testamento, publicano era aquele que coletava impostos em algum distrito. Os publicanos eram odiados intensamente pelo povo, eram classificados junto com os “pecadores, prostitutas e com os gentios ” (Mateus 9:10,11; 11.9: Marcos 2:15-16; Lucas 5:30; 7.34; 15:1; Mateus 21:31-32; Mateus 18:17).

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=OPTOUT_RESPONSE_OK&t=1564149688653 Publicanos?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564149688663 Publicanos?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564149688680 Publicanos

 

OCORRÊNCIAS

A Palavra Publicano aparece seis (6) vezes  Novo Testamento:

  • Mateus 10:3 Bartolomeu; Tomé e Mateus, o P., Tiago, filho
  • Mateus 18:17 a igreja, considera-o como um gentio e P
  • Lucas 5:27 depois disso, saiu, e viu um P., chamado…
  • Lucas 18:10 ao templo, a orar; um, fariseu, e o outro, P
  • Lucas 18:11 injustos e adúlteros; nem ainda como este P
  • Lucas 18:13 O P., porém, estando em pé, de longe, nem…

Abreviação P = Publicano

?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=BEFORE_OPTOUT_REQ&t=1564149752013 Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=FINISHED&custom1=institutodateologia.com Publicanos?mid=&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=OPTOUT_RESPONSE_OK&t=1564149752260 Publicanos?mid=cd1d2&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564149752283 Publicanos?mid=90f06&wid=52493&sid=&tid=8591&rid=MNTZ_INJECT&t=1564149752291 Publicanos

Palavra anterior

Palavra anterior

iTEO – Instituto da Teologia

Fechar Menu